Tá, mas quem é Poirot?


Mrs Poirot

Opa! Tudo bom? Eis aqui um blog diário, que tem uns desabafos e opiniões, umas postagens aleatórios, uns textos meia boca e, quem sabe, umas fotos de quando saio por aí com minha câmera pendurada no pescoço.
O que antes era um blog usado apenas para tentar aprender um pouco de css acabou se tornando muito mais. Desde 24 de julho de 2016, Mrs Poirot é o lugar da internet no qual me sinto à vontade para escrever e publicar quase tudo que me dá na telha, é um ponto de partida para conhecer novas pessoas e novas opiniões.
Do final de março até o início de julho de 2017, o blog esteve em um hiatus, durando mais que o esperado, mas isso me ajudou a pensar sobre muitas coisas, e eis que eu, Isadora, ressurjo das cinzas e volto à atividade na blogosfera.
Pra quem "não manja", o nome do blog é uma referência ao detetive Hercule Poirot, um personagem dos livros da Aghata Christie. É algo bem nada a ver, e que não tem relação nenhuma com o assunto do blog em si, mas, na falta de criatividade, eu deixei. No fim, me apeguei à esse nome e não pretendo mudar.

Prazer, Isadora

Isadora, 16. Perco as contas de quantos apelidos já tive, mas para muitos continuo sendo só Isa. Eu faço uns comentários meio aleatórios no meio das conversas, falo a mesma coisa umas vinte vezes, distraio-me com besteiras e ás vezes sou clichê. Meu gosto pra música e livros é bem variado eu acho, mas tenho uma certa preferência por suspense policial e romance. Sou "rata de biblioteca" desde que me conheço por gente, quebro fones de ouvido quase na mesma frequência que bebo água e exagero muito nas descrições. Sou fã de bandas de rock nacional, gosto de conhecer bandas novas do cenário underground ou independente. Gosto de aprender sobre ciência, natureza e biologia. Amo ir pra shows e sentir a energia da música me contagiar. Adoro gatos, doce, chocolate amargo, chá, a cor violeta e roxo e compartilho com as pessoas ao meu redor tudo o que me faz feliz.

   Enfim, por aqui isso é tudo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário